FAFICA Caruaru anuncia encerramento das atividades após 61 anos

Em comunicado enviado a imprensa na manhã desta quarta (03), a FAFICA anunciou o encerramento das atividades educacionais, após 61 anos de funcionamento. De acordo com a nota, a crise agravada pela pandemia de Covid-19 culminou na decisão.

“As Universidades e Faculdades Católicas sempre foram uma presença marcante da Igreja no mundo da educação porque a Igreja, desde o seu início, procurou promover o saber, as ciências, as artes e a cultura. Dessa forma, muitas Universidades do mundo nasceram por iniciativa da Igreja, com uma característica muito própria e especial: a busca por uma integração entre a ciência e a fé.

Imbuído desses altos ideais, o nosso segundo Bispo Diocesano, o Exmo. Sr. Dom Augusto Carvalho, promulgou um decreto episcopal, aos 09 de agosto de 1960, criando a Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru – Fafica.

Conduzida por diretores inteligentes e abnegados, a Fafica cumpriu, ao longo do tempo, a sua nobre missão. Foi a semente que, plantada em terreno fértil, desabrochou, cresceu, tornou-se árvore e deu abundantes frutos. Sob a sombra fecunda de árvore tão grandiosa, sucessivas gerações receberam uma sólida formação acadêmica que as preparou para o competente exercício do magistério e de outras profissões.

Gostaríamos, certamente, de que a Fafica, fundada pelo Exmo. Sr. Dom Augusto Carvalho, tivesse vida tão longa como é longa a vida de um carvalho que sobrevive às grandes tempestades, tornando-se, por isso, símbolo de força e resistência.

No entanto, as múltiplas dificuldades enfrentadas pelas Faculdades particulares no Brasil nos últimos anos e, ultimamente, a crise econômica, provocada pela Pandemia da COVID – 19, que afetou todos os setores da economia e, de modo especial, o setor educacional, obrigaram muitas Faculdades a encerrarem suas atividades.

Por isso, após seis décadas de funcionamento, a Fafica encerra seus serviços educacionais.

Essa difícil decisão foi tomada pelo Colégio dos Consultores da Diocese de Caruaru, após constatar que foram infrutíferas todas as iniciativas realizadas para garantir maior tempo de sobrevivência à Fafica.

Expressamos nossos agradecimentos ao Exmo. Sr. Bispo Diocesano, Dom José Ruy Gonçalves Lopes, por ter aprovado essa decisão que talvez não seja por todos compreendida, mas era estritamente necessária.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *