Com dois dias de feira receio toma conta dos sulanqueiros

A partir desde domingo (26), a feira da sulanca de Caruaru abrirá aos domingos e segundas até o fim do ano. De acordo com o sulanqueiro André Salgado, a decisão foi tomada em uma reunião na Associação dos Sulanqueiros, depois de o comércio anunciar que abriria aos domingos. “A ideia surgiu a partir do momento que o pessoal do comércio de Caruaru disse que ia abrir no domingo, iria ficar Santa Cruz aberta, Toritama aberta e o comércio de Caruaru aberto no domingo, só não a Feira da Sulanca” justifica.

André, que faz parte da Associação dos Sulanqueiros, afirmou ao PMU que essa é uma tentativa de segurar os clientes que antes iriam para outras cidades no domingo. “2017 foi um ano difícil, e a gente tem que tentar de tudo para incrementar as vendas. A grande maioria [dos sulanqueiros] está dizendo que vai nessa primeira semana pelo menos vai os dois dias”.

(Foto: Leonardo Santos/PMU)

HÁ QUEM DISCORDE

O sulanqueiro José Nunes, contou ao PMU que gostou da ideia de abrir nos domingos, porém, acha que os dois dias seguidos de feira vão ficar muito cansativos. “A maioria do pessoal que eu converso fala que na segunda-feira eles não vão, porque a maioria mora longe. E pra ir e voltar na segunda de madrugada, ou então a noite, fica muito cansativo. Até o pessoal daqui [de Caruaru] que eu pergunto diz que não vai na segunda.” disse Nunes.

José falou ainda que seria interessante se a feira funcionasse apenas nos domingos. “É complicado dois dias, um dia é suficiente, ou fica no domingo ou fica na segunda, um dia só como sempre foi.”

DADOS

De acordo com a associação dos Sulanqueiros a feira da sulanca de Caruaru chega a receber um público de 70 mil pessoas na alta temporada. Já na baixa, esses números variam entre 25 e 30 mil. Por dia, cerca de 6 mil veículos passam no local.

 

 

 

 

 

Sabrina Sales

Estudante do sexto período de Comunicação Social com Ênfase em Jornalismo pela Unifavip – DeVry em Caruaru/PE.