Conta de energia será cobrada na tarifa máxima

Nesta sexta-feira (28), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou uma mudança na bandeira tarifária das contas de luz, que mudou da amarela para vermelha patamar 2. A mudança acontecerá neste mês de agosto, e é a tarifa mais cara do modelo, cobrando taxa extra de R$3,50 por cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos.

O aumento na tarifa é causada por necessidade de operar mais usinas térmicas, nas quais o custo de produção é mais alto que nas usinas hidrelétricas. De acordo com o Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a situação dos reservatórios das hidrelétricas alcançou níveis preocupantes, após as chuvas de setembro ficarem abaixo da média.

A agência reguladora apontou que ainda não há riscos de desabastecimento de energia, porém, foi dado um alerta para os consumidores usarem conscientemente a energia elétrica combatendo o desperdício.

Sabrina Sales

Estudante do sexto período de Comunicação Social com Ênfase em Jornalismo pela Unifavip - DeVry em Caruaru/PE.