Entrevista: “Não podemos nunca desistir dos nossos sonhos” afirma Tande

O ex-jogador de vôlei Tande participou de uma palestra na última terça-feira (24), no Centro Universitário do Vale do Ipojuca (DeVry | Unifavip), em Caruaru. Para um grupo de mais de 1 mil pessoas entre estudantes e convidados, ele falou um pouco sobre  empreendedorismo, e principalmente como o esporte contribuiu para o desenvolvimento de trabalhos em equipe.

O ex-atleta concedeu uma entrevista a equipe do Portal Mídia Urbana, na qual falou sobre o papel do esporte na vida das pessoas; confira:

PMU – Você teve a oportunidade de conversar um pouco com estudantes que estão vivenciando um momento muito peculiar nas vidas, que são as oportunidades oferecidas através do curso superior. Qual mensagem foi passada para esses jovens e futuros profissionais?

Esses jovens estão tendo a oportunidade de lutarem e viverem os seus sonhos, isso é uma oportunidade que ninguém pode desperdiçar. Lá atrás, logo no início quando comecei a me interessar pelo vôlei meu pai me dizia que isso não me daria futuro, porém nunca desisti de lutar por aquilo que tinha vontade de conquistar e o resultado foi que consegui traçar um futuros com muitas vitórias e aprendizados. Esses jovens que estão entrando ou quase perto do fim devem sempre ter uma coisa em mente e dizer para si todos os dias. “Nunca desistirei dos meus sonhos”.

(Foto: Leonardo Santos/PMU)
(Foto: Leonardo Santos/PMU)

PMU – A educação é uma das principais ferramentas de combate ao crime, pois afasta os jovens desde cedo do mundo das drogas e roubos. Como o esporte contribui nesse processo?

O esporte modifica a vida dos jovens, por vários motivos, por exemplo, ele ensina a pessoa ter disciplina, e disciplina é algo que nos faz ter força para acordarmos todos os dias com aquela força de vontade de conquistar algo, e consequentemente, a força para que todos os dias possamos lutar para realizarmos nossos sonhos. Quando se cai no mundo do crime e das drogas, esses jovens perdem suas disciplinas e foco naquilo que tanto desejavam, o esporte ensina também a ter foco. Então, o esporte mais a educação juntos são o caminho certo para permitirmos os jovens de ter uma vida melhor e encarar as dificuldades que vivem como um motivo para não desistirem dos seus sonhos.

PMU – Qual o principal legado que as olimpíadas deixaram para os brasileiros?

Sem dúvidas nenhuma é mostrar aos brasileiros do que somos capazes. A gente vive um momento muito difícil, onde tudo passou a ter sua credibilidade questionada, por essa razão passamos a críticas tudo que pode nos beneficiar. O maior legado das olimpíadas não serão apenas os estádios, as ferramentas esportivas, muito além disso, nos ensinará que temos uma força interna de superação muito grande. O país já atravessou outros momentos muito ou mais difíceis que o atual, e sempre demos a volta por cima. Eu sempre acredito numa coisa, o povo brasileiro não desiste nunca, e quando digo nunca, é nunca desistem mesmo dos sonhos. E no final das contas, comemoramos a beleza e a grandiosidade daquilo que fizemos com um sorriso no rosto.

Mikhael Marcolino

Jornalista pela Unifavip/DeVry. Sempre em busca da melhor informação com credibilidade e responsabilidade, é um apaixonado pelas belezas naturais, música, gastronomia e cultura de Caruaru, além de um amante da cultura pop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.