Mulher estuprada na frente da filha em Caruaru da detalhes do crime

Na madrugada do último sábado (30) para o domingo (01), uma mulher de 28 anos foi estuprada por um homem de 30 anos, na frente a sua filha de 8 anos, no bairro São Francisco em Caruaru. Com exclusividade, ela aceitou dar uma entrevista para o PMU, onde conta o que realmente aconteceu.

O CRIME

A vítima, que preferiu não se identificar, contou que por volta das 22:30 da noite do sábado, uma conhecida dela chegou em sua casa, e ao atender a porta o homem apareceu. “Quando eu menos espero, ele coloca uma faca no meu pescoço e diz, “isso é um assalto, sobe sobe sobe”, subiu eu e a menina, quando eu cheguei na sala tava minha filha, ai ela se deparou com aquela cena.”

A mulher contou que sempre que sua filha pedia para ele não matar ela, o homem falava que iria matar a própria menina se ela não ficasse em silêncio. “Ele puxou o cabelo da minha filha, colocou a faca nela, quando eu vi que ele realmente estava se alterando pro lado dela, foi quando eu fui pra frente dele.” contou.

Segundo a vítima, por volta de 00h, o homem fez ela dirigir até o distrito, dizendo que iria a matar lá, o tempo todo com uma faca em sua cintura. No distrito, o homem golpeou a vitima com uma facada na perna, e disse que ela voltasse para casa porque não iria ficar com o carro no meio do mato sem saber dirigir, que iria matar ela lá, na frente de sua filha. Quando chegaram, ele começou a tentar estupra-la. “Teve uma hora que ele chegou, e veio pra cima de mim, segurou minhas mãos, ai eu disse que ele não precisava fazer isso, que não precisa agir com agressividade, mas que não precisa ser na frente da minha filha“.

O suspeito a estuprou na frente da menina de 8 anos. A criança não suportou e saiu correndo para pedir ajuda, e quem foi ajudar foi a mãe do homem, que ao perguntar o que ele estava fazendo, ameaçou a própria mãe de morte. Ainda de acordo com a vítima, por volta das 5h, ele pegou algumas coisas de valor e foi embora. “Quando eu chamei a polícia, eles pegaram a cueca dele e a camisinha, e levaram para o IML.” relata.

A mãe da menina contou que não conhecia esse homem pessoalmente, sabia que ele era irmão de sua secretária, mas não sabia o quanto ele era perigoso. Ela contou que ele foi atrás dela no domingo duas vezes depois da Polícia ter ido embora. Ainda de acordo com informações dadas pela vítima, o suspeito estaria foragido do Presídio de Canhotinho, e já foi preso por vários crimes, entre eles homicídio, tráfico e porte de arma.

 

Sabrina Sales

Estudante do sexto período de Comunicação Social com Ênfase em Jornalismo pela Unifavip – DeVry em Caruaru/PE.