Violência em Pernambuco é destaque em reportagem da Folha de S. Paulo

O jornal Folha de São Paulo trouxe em sua edição deste domingo (16) um destaque para a questão da violência em Pernambuco. O título da reportagem já destaca negativamente a situação em que se vive atualmente no estado: “Violência explode, e PE regride uma década com 16 assassinatos por dia”. Além disso, utilizando dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) do estado, a matéria compara os números de homicídios registrados em Pernambuco e no estado de São Paulo entre janeiro e fevereiro.

No primeiro caso, foram registrados 974 crimes de morte – que significa um aumento de 47% em relação ao mesmo período em 2016 –, já em SP, estado mais populoso país, entre os dois primeiros meses do ano foram registrados 622 homicídios. A matéria também traz destaque para a questão dos assaltos a ônibus no Recife, que já chega a mais de mil neste ano.

Em um dos trechos, a matéria afirma que, de fato, Pernambuco vive um retrocesso. “desde 2007 não se registram tantos assassinatos. Naquele ano, o primeiro de Eduardo Campos (PSB) como governador, o Estado implantou um programa de redução de mortes que foi premiado: Pacto Pela Vida”, diz um trecho da reportagem. A matéria ainda expõe que nos anos seguintes à criação do programa, as mortes violentas caíram no estado. “Em 2013, Pernambuco teve 3.100 assassinatos, o menor número desde que começou a contabilizar esses crimes”, completa.

(Foto: Reprodução/Folha de São Paulo)

OPERAÇÃO PADRÃO
Desde dezembro do ano passado, a Polícia Militar trabalha na operação padrão, o que reduz o número de efetivo policial nas ruas. A decisão aconteceu após o governo do estado não entrar em acordo com a categoria, que pede um aumento salarial equivalente aos dos policiais civis. O governo afirma que a operação padrão é um dos fatores que contribuem para o aumento dos crimes. De acordo com a reportagem, o governador Paulo Câmara tem se recusado a negociar salários com a associação.

João Pedro

Estudante do 6º período de Jornalismo e estagiário aqui no Mídia Urbana.