População opina sobre rejeição de projeto de R$ 80 milhões em Caruaru

HomeCARUARU E REGIÃODIRETO DA REDAÇÃO

População opina sobre rejeição de projeto de R$ 80 milhões em Caruaru

Para alguns, vereadores agiram certo em decidir sobre a não aprovação do projeto de lei que solicitava crédito à CAIXA, para obras de saneamento e infraestrutura. E você, o que acha?

Na última quinta-feira (21) foi votado na Câmara de Caruaru, um projeto de lei de autoria da Prefeitura de Caruaru, que solicitava empréstimo de 83 milhões e 800 mil reais à CAIXA Econômica Federal, para obras de saneamento e infraestrutura em Caruaru. O PL 7698/2017 foi rejeitado por 10 votos não e 13 votos sim.

Leia TambémProjeto de saneamento e infraestrutura de R$ 80 mi é rejeitado na Câmara

O vereador Alberes Lopes, líder da oposição na Câmara Municipal de Caruaru, falou sobre sua posição e os demais vereadores que votaram de forma contrária ao projeto, o que segundo ele, foi um ponto positivo para a cidade. “Nós vamos continuar insistindo para termos em caruaru, que é uma das maiores cidades do interior do Nordeste, uma administração planejada e profissional, para poder voltar a crescer”.

Mas e nas ruas? O que a população tem a dizer sobre o assunto? A nossa equipe conversou com algumas pessoas sobre a decisão de rejeição do projeto de lei por parte dos vereadores. 

O estudante de bacharelado em Educação Física, Josué Leandro, contou que não está de acordo com a decisão que foi tomada na Câmara, e que se tivesse tido um resultado diferente, a cidade seria beneficiada. “Eu vejo esse resultado de forma negativa, a cidade está precisando de um investimento como esse, principalmente, para evitar mais casos de doenças causadas pela falta de saneamento”. 

A estudante de enfermagem, Priscila Caroline, está a favor do resultado que foi decidido, ela acredita que a cidade precisa sim de melhorias na infraestrutura, porém, também sabe que o município não tem essas condições financeiras hoje. “Caruaru é uma cidade em desenvolvimento constante, precisa sim de investimentos nesse setor. Porém gastando menos para não se endividar, e conseguir investir em outras áreas que também precisam”.

o auxiliar administrativo e estudante de jornalismo, Carlos Recupero, acha positiva a decisão que os vereadores tomaram, e que isso seria um endividamento de auto porte. “A decisão foi correta, para Caruaru não contrair um endividamento desse porte. A crise financeira instalada não apenas em Caruaru, como também no país, requer cuidados com a máquina pública”.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISQUS: 0