Instituto Datafolha divulga pesquisa sobre mulheres e o assédio


Caruaru | Da redação do Portal Mídia Urbana,
23 de dezembro de 2017 às 11h48min
(Foto: Reprodução)
O instituto Datafolha divulgou neste sábado (23), uma pesquisa realizada com mulheres sobre assédio. Aproximadamente quatro em cada 10 mulheres afirmam já ter sido assediadas no Brasil, mas precisamente 42%. Ao todo 1.427 brasileiras, a partir dos 16 anos de idade, foram entrevistadas. 
Em cima das mulheres que afirmam ter sofrido a violência, 29% conta ter vivido a violência na rua, 22% no transporte coletivo, 15% no local de trabalho, 10% na escola ou faculdade e 6% dentro de casa. A margem de erro desta pesquisa é de dois para mais ou para menos.
Na pesquisa foi possível ver que a idade da mulher interfere na quantidade de assédio. Entre as mulheres de 16 anos a 24, 56% relataram a violência. Entre 25 a 34 anos 50%, 35 a 44 anos, 45%, 45 a 59 anos, 34% e as com 60 anos ou mais fica em 24%.
Em relação a cor da pele, as orientais/amarelas são as que mais relataram o problema, 49%. Em sequência vieram as negras (46%), pardas (45%), brancas (40%) e indígenas (34%). Já em torno da escolaridade as mulheres com ensino superior foram as mais assediadas, totalizando 57%, as que tem ensino médio 47%, e 26% das que têm apenas o ensino fundamental. 
De acordo com as regiões, o Nordeste é onde menos se tem assédio com 34%, seguindo a sequencia por, Sul 37 %, Norte 40%, Sudeste 49% e Centro-Oeste com 50%.

Comentários


LEIA MAIS

Caruaru

PGE-PE abre seleção para procurador do Estado

As inscrições acontecerão entre os dias 23 de janeiro e 2 de fevereiro.

17 de Janeiro de 2018 às 10:07h
Caruaru

IFPE abre seleção para profissionais atuarem no Pronatec

A seleção acontecerá nas cidades de Igarassu, Caruaru e Goiana. Saiba mais:

11 de Janeiro de 2018 às 13:49h
Caruaru

Adolescente morre afogada em barreiro em Caruaru

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima tinha problemas psicológicos e crises epiléticas.

21 de dezembro de 2017 às 01:46h
Caruaru

Pernambuco investiga primeira suspeita de febre amarela de 2018

Pernambucana viajou para área de risco e voltou apresentando sintomas como febre.

17 de Janeiro de 2018 às 10:20h