Estudantes de outras cidades relatam desafios de tentar a vida em Caruaru

O sonho de muitos jovens é fazer uma faculdade e construir uma carreira profissional. Não é surpresa que os estudos envolvam o financeiro, e ocupem tempo, além disso, nem todas as cidades possuem instituições de ensino superior. Fazendo com que muitas pessoas viagem diariamente, ou acabem mudando de cidade.

Caruaru conta com um número considerável de instituições de ensino superior, e por conta disto, diversas opções de cursos profissionalizantes. Muitos estudantes de cidades ao redor acabam optando por estudar em uma faculdade no município.

Continua após a publicidade

A estudante de Arquitetura, Jerssica Kerolayne, morava na cidade de Jurema, no Agreste, quando iniciou os estudos em uma Instituição de Caruaru. Durante dois anos e dois meses, ela viajou diariamente para poder continuar os estudos. “A viagem se torna muito cansativa”, comentou a estudante.

Após esse tempo de viagens diárias, Jerssica resolveu mudar a sua vida mudando-se para Caruaru. “Como é uma cidade maior, se torna mais acessível em questão de trabalho, e de estudo.  A dificuldade que encontro em morar aqui, é que o bairro em que resido, fica longe de coisas que quero fazer no dia a dia, por isso tenho bastante dificuldade para a locomoção. Mas, todo final de semana volto para minha cidade” desabafou a jovem.

Airton Luiz se mudou para Caruaru para se dedicar aos estudos. (Foto: Arquivo Pessoal)

A história do estudante de Bacharelado em Educação Física, Airton Luiz, é bem parecida com a de Jerssica, e de muitos outros estudantes. Ele iniciou os estudos e ficou indo e vindo de Garanhuns, no Agreste Meridional, todos os dias durante um ano e meio, até que resolveu morar em Caruaru para poder se dedicar exclusivamente aos estudos.

“O maior motivo de vir morar aqui foi querer me dedicar totalmente ao estudo e ao que eu queria fazer. Quando morava em Garanhuns,  a maior dificuldade é que eu trabalhava em outro trabalho e era um tempo muito curto que eu tinha, tanto pra chegar e estudar, como o cansaço das viagens do dia a dia. Vou na minha cidade a cada 15 dias” relatou Airton.

Arcoverde fica há 125,4 km de distância de Caruaru. (Foto: Divulgação)

Já a estudante do 7º período de Jornalismo, Stephanie Sá, decidiu tomar uma decisão diferente. Assim que iniciou os estudos, ela já veio de sua cidade, Arcoverde, no Sertão, para morar em Caruaru. “Um dos pontos mais importantes foi a questão da segurança… Estar na estrada diariamente significa correr riscos diários. Além disso, o próprio conforto e a otimização de tempo foram fatores muito importantes”.

Érica Nanes enfrenta 71,1 km diariamente para se formar em Engenharia Civil. (Foto: Arquivo Pessoal)

Mas nem todos os estudantes fazem as malas de vez e enfrentam uma mudança, a estudante de Engenharia Civil, Érica Nanes, que já é mãe, vem e volta para a cidade de Jurema diariamente há 3 anos. Ela conta que a maior dificuldade é o fato de sair muito cedo e chegar muito tarde em casa.

Érica contou ainda que sente medo de acontecer algum acidente durante a viagem, mas que seu filho é o que a incentiva de continuar. “O risco de alguma acidente, de sermos assaltados, o ônibus quebrar no meio do nada, essas coisas me deixam preocupada. Mas até agora nenhuma história preocupante me aconteceu”.

Recomendado para você