Moradores do Salgado reclamam de falta de água

HomeCARUARU E REGIÃO

Moradores do Salgado reclamam de falta de água

Compesa diz que abastecimento ocorre normalmente desde ontem (22).

Falta de chuvas em Jucazinho altera calendário de águas de cidades do Agreste
Confira o calendário de abastecimento de água para novembro em Caruaru
Abastecimento de água é suspenso em Caruaru e outras cidades nesta quarta (04)

Moradores da parte baixa do bairro do Salgado, que ficam no Setor 1 em Caruaru estão reclamando da falta de água no local. De acordo com o calendário de revesamento de abril divulgado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o local deveria começar a receber água no dia 21 deste mês e continuar até o dia 25.

A Compesa realizou algumas alteração no calendário devido a paradas emergenciais no Prata/Pirangi. O setor 4 começou a ser abastecido no dia 17, com isso, todos os outros setores estiveram um dia de atraso. O Setor 1 que deveria ser abastecido no dia 21, passaria a receber no dia 22, o que os moradores afirmam que não ocorreu.

A costureira Edilaine Mota, conta que toda água dos reservatórios já se esgotaram. “Como é que a Compesa vira e diz que tá tendo abastecimento normal, se já se passaram três dias desde o início do calendário e não tem uma única gota saindo das torneiras. É muito fácil falar e dizer que tem, lógico, eles não vivem essa realidade de ter que ver sua cisterna e caixa d’água vazias, sem poder lavar uma roupa, sem poder lavar as louças, ou, simplesmente tomar um banho com tranquilidade sem medo de ter que de repente ficar com tudo vazio”, relata.

A equipe do PMU entrou em contato com a Compesa que informou por meio de nota que o abastecimento do Setor 1 teve início no domingo (22), e que de acordo com o monitoramento todos os locais estão recebendo água. De acordo com a nota, os endereços sem água devem ser informados para que seja realizada vistorias no local.

Confira a nota na íntegra:

“A Compesa informa que o período de abastecimento do Setor 1 começou neste domingo, dia 22, e segue até a manhã do dia 27. De acordo com o monitoramento feito nas localidades, todos as áreas estão com abastecimento normal até o momento. É importante que endereços específicos sejam informados para que se possa fazer uma vistoria e identificar possíveis obstruções em redes residenciais.”

 

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: