Com Jucazinho com 5,89% da capacidade, Paulo Câmara quer estudos para tirar Caruaru do rodízio de água

HomeCARUARU E REGIÃO

Com Jucazinho com 5,89% da capacidade, Paulo Câmara quer estudos para tirar Caruaru do rodízio de água

De acordo com o presidente da Compesa, a recuperação de Jucazinho é algo otimista para Caruaru.

O governador Paulo Câmara solicitou ao presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a realização de estudos técnicos que visem a redução do rodízio de água em Caruaru. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (02), após a Barragem do Prata sangrar, e Jucazinho superar seu volume morto.

A Barragem do Prata, localizada em Bonito, sangrou após alcançar os 42 milhões de metros cúbicos da sua capacidade máxima, e da Barragem de Jucazinho, em Surubim,  continua acumulando água e já supera o seu “volume morto” com 5,89%, ou seja, 19,2 milhões de metros cúbicos.

De acordo com o presidente da Compesa, a recuperação de Jucazinho é algo otimista para Caruaru. A barragem estava em colapso desde setembro de 2016 e com as chuvas contínuas que vêm sendo registradas na Bacia do Rio Capibaribe, a tendência, segundo os técnicos da Companhia, é elevar ainda mais o nível do manancial até o final do inverno, previsto para o mês de julho.

A melhoria no abastecimento na cidade não será imediata, vários procedimentos precisam ser realizados antes da retomada da operação do Sistema Jucazinho. Com a Barragem do Prata cheia, o abastecimento da cidade de Caruaru está garantido até o final de 2019.

O Sistema Prata/Pirangi, atualmente abastece dez municípios da região: Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Agrestina, Altinho, Ibirajuba, Cachoeirinha, Cumaru, Passira e Riacho das Almas.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISQUS: