Leitoras contam motivos pelos quais adotaram Caruaru de coração

HomeCARUARU E REGIÃODIRETO DA REDAÇÃO

Leitoras contam motivos pelos quais adotaram Caruaru de coração

Confira a história de três mulheres que decidiram construir a vida na Capital do Forró.

Nesta sexta-feira (18), Caruaru completara 161 anos. Em 2017, a população do município chegou a mais de 356 mil habitantes, tornando-se a cidade do interior pernambucano mais populosa, e a terceira mais populosa do interior nordestino.

Capital do Forró, Capital do Agreste, Terra dos Artesãos e Princesinha do Agreste é alguns dos apelidos que foram carinhosamente colocados na cidade. Conhecida pelo seu espírito acolhedor, além dos Caruaruenses de berço, a cidade conta com muitos habitantes que escolheram Caruaru como sua cidade.

A equipe do PMU conversou com algumas leitoras que vieram morar em Caruaru e se identificaram tanto com a cidade que a adotaram para si.  Indiferente dos motivos que as trouxeram para a cidade, o importante é que elas não acreditam que existam motivos para ir embora.

Wanessa Monteiro aproveitando o São João de Caruaru. (Foto: Arquivo Pessoal)

A servidora pública, Wanessa Monteiro, é natural de Palmares, e veio para Caruaru por causa dos estudos, desde então, já se passaram 12 anos que adotou a cidade como sua. Ela contou que já recomentou a cidade e tem amigos que também já vieram morar aqui. “Gosto muito da cultura que a cidade tem, algo bem próprio” contou.

Quando perguntada se pensa em sair da Princesinha do Agreste, Wanessa responde sem demora “Não, fui acolhida muito bem pela cidade. Caruaru já está no sangue, tenho uma raiz plantada.”

Vera Lúcia aproveitando a paisagem do Parque Ambiental de Caruaru. (Foto: Arquivo Pessoal)

No caso da professora, Vera Lúcia, foi o pai dela, quando ela ainda era adolescente, que decidiu sair de São Paulo, onde ela nasceu, para vim morar em Pernambuco. De acordo com ela, eles vieram em busca de uma melhor condição de vida. Já se passaram 19 anos e Vera não quer sair da Capital do Forró de jeito nenhum.

Vera contou que recomenda a cidade para amigos de fora e disse o que mais gosta em Caruaru. “A cidade trouxe melhores oportunidades de emprego e estudo. E o que mais gosto são das festividades juninas”.

Michele Leite curtindo a Princesinha do Agreste ao lado da família. (Foto: Arquivo Pessoal)

Já técnica administrativa, Michele Leite, passou por várias cidades antes de chegar a Caruaru, ela nasceu em Floresta e ficou lá até os 4 anos, morou em Petrolina durante 18 anos, depois se mudou para Recife, onde passou 5 anos e depois chegou em Caruaru para fazer faculdade e se apaixonou pelo lugar. “Eu gosto das oportunidades que me surgiram. É uma opinião pessoal, mas Caruaru me tornou a profissional que sou hoje. Melhorou a qualidade de vida da minha família. Eu vivo em paz em Caruaru”.

Michele diz que se considera uma Caruaruense de Coração e aconselha outras pessoas a vim morar na Capital do Agreste, contou inclusive, que sua mãe e sua irmã já se mudaram para o município. “Meu esposo é de Recife e hoje não quer trocar a cidade para nenhuma outra também” completou a técnica administrativa.

 

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0