Advogado faz queixa contra Johnny Hooker

HomePernambuco

Advogado faz queixa contra Johnny Hooker

O cantor falou que "Jesus é travesti" durante a realização de um show no Festival de Inverno de Garanhuns.

(Foto: Divulgação)

O cantor pernambucano Johnny Hooker foi alvo de uma notícia-crime nessa segunda-feira (30), após falar que “Jesus é travesti” durante a realização de um show no Festival de Inverno de Garanhuns.

O advogado Jethro Ferreira, da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas, fez uma queixa onde afirma que o cantor ofendeu os seguidores do cristianismo, onde ele praticou infrações penais, levando em conta que as pessoas que professam a fé cristã têm a pessoa de Jesus Cristo como uma pessoa do sexo masculino, heterossexual […] Qualquer afirmativa diferente desses dogmas é considerada uma ofensa à fé cristã”.

No documento do advogado é afirmado que quem “pratica, induz ou incita a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional” pode receber pena de reclusão de um a três anos e multa. Além disso, ainda é usado o artigo 280 do Código Penal, que afirma que “escarnecer de alguém publicamente por motivo de crença ou função religiosa, impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso, vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso” pode levar a uma detenção de um mês a um ano ou multa.

Com informações do Diário de Pernambuco.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 1