Estudantes pernambucanos contam expectativas após primeiro dia do ENEM

HomeCARUARU E REGIÃO

Estudantes pernambucanos contam expectativas após primeiro dia do ENEM

No último domingo (04) aconteceu o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. O exame reuniu as questões sobre linguagen

Confira lista de deputados estaduais eleitos em Pernambuco
Ranking de habilitados do São João 2018 de Caruaru é divulgado
IPVA 2019 sofrerá uma redução média de 3,18% em Pernambuco

Thiago Olavo, Roseli Lima e Filipe Ferreira. (Foto: Arquivo Pessoal)

No último domingo (04) aconteceu o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. O exame reuniu as questões sobre linguagens, ciências humanas e a redação, que contou com o tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados pela internet”.

A prova reuniu milhões de pessoas que tem diversos interesses, entre eles conseguir o certificado de conclusão de ensino médio, entrar para uma universidade pública através do Sisu, ou conseguir uma bolsa ou financiamento em uma universidade particular em através do Prouni ou Fies.

A equipe do Mídia Urbana conversou com alguns estudantes que realizaram a prova para saber o que eles acharam da prova e o que eles pretendem com o resultado do Enem. Os estudantes também falaram sobre supostos cortes de programas como SISU e o próprio ENEM durante o Governo Bolsonaro em 2019.

A estudante de 19 anos, Roseli Lima, realizou a prova na intenção de conseguir entrar em uma universidade pelo Sisu para cursar medicina. “A prova foi bem conteudista, e o tema da redação foi razoável, fiquei um pouco insegura na hora de redigir”.

Roseli contou ainda que se preparou para a prova através de um cursinho preparatório presencial. Quando questionada sobre a educação e próximo governo ela contou sobre seu receio. “Eu acredito que eles não irão cortar o Sisu, mas temo pela diminuição de investimentos em educação e cortes de verbas”.

O tema da redação surpreendeu o estudante Thiago Olavo de 22 anos que pretende conseguir uma vaga no curso de medicina na UFPE de Caruaru. “O tema foi bem específico. A parte de linguagens seguiu o padrão, textos longos e cansativos e a parte de humanas foi bem conteudista”.

Quando questionado sobre como se preparou para a prova ele conta que fez curso preparatório, e conta sobre o que pensa do próximo governo. “Nas propostas dele não deixa claro que ele é contra o Sisu. Ele cita sobre ser contra algumas cotas e pretende derrubá-las. Entretanto, não sei se consegue implantar tais medidas no começo do ano, uma vez que ele assume em janeiro e no começo do ano sai o resultado”.

O estudante de jornalismo, Filipe Ferreira de 21 anos que veio estudando para a prova ao longo do ano através de vídeo aulas e estudos independentes em casa com livros, contou que gostou da primeira prova. “Ela soube abordar diversos conteúdos como: exaltação à pátria, ditadura militar, falou sobre esportes também, negros, e desvalorização da mulher na sociedade”.

O objetivo de Filipe é conseguir uma bolsa pelo Prouni ou uma vaga em uma federal pelo Sisu para terminar o curso de jornalismo, e futuramente ele também pretende cursar educação física. “Por não ser contemplado por um desses programas, sempre meu próximo período na faculdade é tido como uma incógnita devido à falta de recursos financeiros.”

O futuro jornalista tem receio que o próximo governo termine com os programas para o qual ele pretende conseguir uma vaga. “Vejo a possibilidade do novo governo cortar os benefícios visto que para eles, investimentos com educação são considerados gastos. Mas creio que ainda no primeiro semestre os programas devem continuar”.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: