Suspeitos de matar Marielle Franco são presos no RJ

HomeBRASIL

Suspeitos de matar Marielle Franco são presos no RJ

A esquerda Ronnie Lessa e a direita Élcio Vieira de Queiroz.

A Operação Lume prendeu dois homens nesta terça-feira (12), suspeitos de participarem dos assassinados da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Um dos presos é o policial militar reformado (sargento) Ronnie Lessa e o outro é o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz.

De acordo com as investigações, Ronnie teria sido o autor dos 13 tiros que mataram as vítimas. O sargento já chegou a ser homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro em 1998 e perdeu uma perna em um atentado há dez anos. Já Élcio que foi expulso da PM em 2010, teria sido o motorista do carro que perseguiu a vereadora.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, informou que essa é uma resposta importante que estão dando a sociedade, sobre um crime bárbaro cometido contra uma parlamentar. De acordo com o governador, os presos poderão ainda fazer uma delação premiada.

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) disse que o caso não está resolvido, pois ainda resta a dúvida de quem mandou realizar o assassinato. “São prisões importantes, são tardias. É inaceitável que a gente demore um ano para ter alguma resposta”, disse Freixo.

Ao saber da prisão dos suspeitos, a mãe de Marielle disse ter se sentido aliviada, porém ainda esperar descobrir quem mandou fazer isso com sua filha. “A dois dias de completar um ano da morte da minha filha, é um alívio saber que a polícia prendeu os suspeitos. […]  mas ainda é preciso saber quem mandou matar. A resposta para esse crime está incompleta”.

A viúva do motorista Anderson Gomes disse que a prisão dos suspeitos não a deixa totalmente tranquila, porém já é um peso que começa a ser aliviado. “Ainda tem muito o que acontecer. Por mais que as informações sejam plausíveis, ainda são suspeitos. Não se encerra aqui”.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0