Aproximadamente 2,6 milhões de eleitores estão em situação irregular

HomeBRASIL

Aproximadamente 2,6 milhões de eleitores estão em situação irregular

Os eleitores que não justificaram o motivo pelo qual não votaram nas últimas três eleições têm até o dia 6 de maio para regulamentar a situação. D

Produção industrial cai 2,4% em janeiro
Brasil registra novas 449 mortes e 78.162 casos confirmados por Coronavírus
Nova cepa do coronavírus pode ser mais capaz de infectar crianças

(Foto: Sabrina Sales/PMU)

Os eleitores que não justificaram o motivo pelo qual não votaram nas últimas três eleições têm até o dia 6 de maio para regulamentar a situação. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atualmente mais de 2,6 milhões de eleitores estão em situação irregular.

O TSE informou que as pessoas que não acertarem as contas com a Justiça Eleitoral podem ter o título cancelado. O documento é necessário para obter passaporte, carteira de identidade, receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como de fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição.

Os eleitores precisam do documento para participar de concursos públicos, ou administrativos da União dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias, para obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo e com essas entidades celebrar contratos.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0