PF faz operação e investiga empresas que atendem Prefeitura de Agrestina

(Foto: Divulgação)

A Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Insanidade, nesta quinta-feira (27), em Agrestina, no Agreste pernambucano. O objetivo da ação é apurar ilegalidade na aquisição e distribuição de medicamentos pela Secretaria Municipal de Saúde entre os anos de 2018 e 2019.

Esta etapa tem como foco empresas da cidade de Garanhuns, que são fornecedoras de medicamentos, e teriam sido vencedoras de pregão eletrônico. A ação pretende cumprir ao todo quatro mandados judiciais de busca e apreensão, com objetivo de arrecadar documentos e informações.

Continua após a publicidade

Após pegar os documentos, a polícia quer comprovar a legalidade ou ilegalidade no processo de fornecimento de medicamentos controlados, dentre outros, e a regularidade no trânsito desse tipo de produto entre os fornecedores e a Prefeitura Municipal de Agrestina.

Recomendado para você