Mulher é suspeita de jogar soda cáustica em cadela

HomeInterior

Mulher é suspeita de jogar soda cáustica em cadela

Uma mulher de 53 anos foi levada a delegacia de Belo Jardim, Agreste pernambucano, depois ser acusada de ter jogar soda cáustica em uma cadela. Se

Assaltantes explodem cofre de agência bancária em Venturosa
Funcionários são amarrados durante assalto na zona rural de São Bento do Una
Falso agente de saúde rouba dinheiro de idosa no Salgado

(Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher de 53 anos foi levada a delegacia de Belo Jardim, Agreste pernambucano, depois ser acusada de ter jogar soda cáustica em uma cadela. Segundo informações do grupo voluntário, que atendeu a cadela, esta não foi a primeira vez que o animal foi agredido pela mulher.

A vira-lata Vitória foi resgatada na noite dessa segunda-feira (29) no bairro Cohab I. A cadela foi levada para uma clínica veterinária particular da cidade. De acordo com o laudo veterinário, foi utilizado soda cáustica na agressão.

A mulher prestou depoimento e foi liberada. Em depoimento, a suspeita confirmou que teria jogado água fervente no cão, mas não soube informar os motivos. Não há previsão de prisão para este tipo de crime.

LEI BRASILEIRA

O decreto nº 4645 de 1934, juntamente à lei 9605/98, mais conhecida como Lei de Crimes Ambientais garantem os direitos do animais. No caso da lei de crimes ambientais, especificamente no art. 32, prever detenção – de três meses a um ano – e multa em caso de abuso contra os animais.

O advogado Anderson Correia explica o fato de a suspeita não ter sido presa. “Hoje, foi feito o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), a partir daí será encaminhado ao poder judiciário para início do processo”, afirmou ele.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0