Educação financeira pode entrar no currículo escolar em Pernambuco

HomePernambuco

Educação financeira pode entrar no currículo escolar em Pernambuco

A educação financeira é lei desde 2017 para o ensino fundamental. (Foto: Divulgação)

Um projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), propõe que as escolas públicas e privadas de ensino médio incluam conteúdos de educação financeira entre as atividades curriculares ou extracurriculares. A educação financeira é lei desde 2017 para o ensino fundamental.

A lei foi proposta pelo deputado estadual Álvaro Porto (PTB), e detalha que a inserção da economia brasileira no cenário mundial e a estabilização econômica ocasionaram mudanças no mercado financeiro. Assim os adolescentes devem compreender os conceitos financeiros cada vez mais, para ampliar o bem-estar econômico e social.

O assunto também é proposto pela Base Nacional Comum Curricular na grade escolar de modo interdisciplinar. Atualmente, apenas 8% das escolas do Nordeste abordam o conteúdo, de acordo com o levantamento da Associação de Educação Financeira do Brasil.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISQUS: 0