Resumos de conversas de Lula mostram irregularidade por parte de Moro

O juiz Sérgio Moro tornou público parte dos diálogos entre Dilma Rousseff e Lula sobre a posse dele como ministro. (Foto: Reprodução/ Internet)

Anotações dos agentes que monitoram Lula foram obtidas pela Folha de São Paulo e analisados em conjunto com o site The Intercept. As anotações se referem a resumos de ligações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), interceptadas pela Polícia Federal em 2016.

Os resumos de 22 conversas de Lula com políticos, sindicais e até mesmo, o ex-presidente Michel Temer, sugerem que Lula relutou em aceitar o convite da então presidente do Brasil, Dilma Rousseff para ser ministro e que só aceitou por sofrer pressão dos aliados.

Continua após a publicidade

Em trecho de uma conversa entre Lula e seus advogados, o ex-presidente sugere dizer aos repórteres que o único motivo da nomeação era mudar o caso de jurisdição, com isso ele teria garantia de foro especial para ministros no Supremo.

Lembrando que em 2016, o Supremo Tribunal Federal anulou a posse de Lula para ministro da Casa Civil, após o juiz Sérgio Moro tornar público parte dos diálogos entre Dilma Rousseff e Lula sobre a posse dele como ministro.

Recomendado para você