Justiça determina saída de Lula da prisão

Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Divulgação)

O pedido para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixasse a prisão foi aceita nesta sexta-feira (08), pelo juiz Danilo Pereira Junior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba. Lula havia sido condenado em segunda instância pelo caso triplex, e ficou preso 1 ano e 7 meses.

Os advogados realizaram o pedido de soltura do petista após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar a prisão após condenação em segunda instância. Com as mudanças, Lula poderá recorrer em liberdade, e só volta para prisão a depender do julgamento final.

Continua após a publicidade

A defesa do ex-presidente diz que agora espera a nutilidade do processo, devido ao reconhecimento da suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Na decisão da soltura de Lula, o juiz afirma que devido a decisão do STF “firmou-se novo entendimento, no sentido de que a execução penal provisória, antes de findadas as oportunidades para recurso, somente é cabível quando houver sido decretada a prisão preventiva do sentenciado, nos moldes do artigo 312 do Código Processo Penal”.

Recomendado para você