UPA de Belo Jardim é acusada de negligência médica após morte de criança

Foto: Reprodução/Internet

Uma família alegou negligência médica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Belo Jardim, no Agreste pernambucano. A denúncia foi feita após a morte de um menino de pouco mais de um ano, que havia ido para o local após sentir dores abdominais. O caso aconteceu na última segunda-feira (06).

A mãe do menino informou que a família mora no sítio Barro Branco, na zona rural de Belo Jardim, e a criança teria começado a se sentir mal no domingo (05), e foi levado para um hospital na cidade de São Bento do Una, e em seguida foi para a UPA mencionada.

Continua após a publicidade

A mulher ainda informou que pediu para o médico fazer exames no menino, porém ele disse que não era preciso e prescreveu uma pomada para um ferimento nas nádegas e dipirona. Mesmo após a alta, o menino não havia melhorado, quando a mãe acordou encontrou o filho com as mãos roxas e geladas e percebeu que já estava quase sem vida.

O menino morreu a caminho da UPA, e a causa da morte foi apontada como “pericardite purulenta e um tumor na nádega direita”, pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de Caruaru.

Recomendado para você