Governo convoca profissionais de saúde para atuação no Hospital Regional do Agreste

(Foto: Reprodução Internet)

O governador Paulo Câmara nomeou 389 profissionais para atuar em hospitais, Gerências Regionais de Saúde (Geres), Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE) e na Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa). Entre as unidades contempladas, está o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. Para o serviço, foram nomeados 39 aprovados no último concurso da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). São clínicos gerais, neurocirurgiões, traumato-ortopedistas, intensivista adulto, fisioterapeutas, assistentes sociais e técnicos em farmácia.

“O Governo Paulo Câmara tem atuado fortemente para qualificar a saúde de Caruaru. O Hospital São Sebastião foi reinaugurado e o Mestre Vitalino tem sido constantemente fortalecido, a exemplo da Unidade de Oncologia. Também inauguramos o novo Centro de Imagens do HRA. Com esse chamamento para o Regional do Agreste, vamos readequar as escalas de plantão para continuar mantendo nosso compromisso de oferecer uma assistência à saúde de qualidade para a população do interior pernambucano”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Continua após a publicidade

CHAMAMENTOS: De 2015 até o momento, quase oito mil profissionais foram convocados para trabalhar em serviços ligados à Secretaria Estadual de Saúde, marcando o Governo Paulo Câmara como a gestão que mais contratou concursados para a rede estadual em toda a história da saúde pública de Pernambuco. O governador ressaltou que a chegada dos novos profissionais vai contribuir para dar continuidade aos avanços na saúde pública de Pernambuco. “Eles vão fazer parte do corpo funcional do Estado, vão atuar em todas as regiões, buscando sempre mais humanização no atendimento e, acima de tudo, buscando salvar vidas, recuperar as pessoas que se adoentaram e trazer saúde para todas as cidades”, pontuou.

Dos 389 convocados, 142 são médicos de diversas especialidades; 122 são formados em outras profissões de nível superior, como biomédico, fisioterapeuta e enfermeiro; e 122 têm nível médio técnico, como enfermagem, laboratório e farmácia, além de três fiscais de vigilância sanitária. Nos próximos dias, os profissionais convocados serão chamados para perícia, posse e posterior lotação em serviços localizados em todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres).

“A nomeação reforça a assistência à Saúde nas nossas unidades e traz uma marca deste governo, que é a preocupação com a reposição dos profissionais de Saúde nessas unidades. Já são quase oito mil profissionais nomeados ao longo desses quase seis anos de gestão. São 1.290 somente nesta segunda gestão. Isso demonstra o compromisso do governador Paulo Câmara”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Recomendado para você