Procon multa Walmart em R$ 5 milhões e garota escalpelada retomará tratamento

Foto: Marina Meireles/G1

Durante a manhã desta quinta-feira (16) foi realizada uma reunião no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife, onde o Procon Pernambuco aplicou uma multa de R$ 5 milhões ao Bompreço e à empresa Adenalina Kart Racing, responsáveis pelo local onde houve o acidente que resultou no escalpelamento da jovem de 19 anos, Débora Dantas.

De acordo com o secretário de Justiça de Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, o Bom preço havia sido intimado pelo Procon-PE desde o dia 30 de dezembro, e como eles não realizaram nenhum tipo de resposta foram mutados, multa essa que é a maior da história já registrada pelo órgão. Cada uma das empresas têm dez dias para recorrer a decisão.

Continua após a publicidade

Eurico também informou que Débora perdeu uma cirurgia que seria realizada no dia 6 de janeiro, onde deveriam ser retirados os pontos do rosto da jovem, porém como o Bompreço suspendeu o tratamento dela, não foi possível ser realizada.

Débora contou que está feliz e sentindo-se agradecida pelo apoio que tem recebido. Ela contou ainda que perdeu dois procedimentos devido a suspensão do tratamento, uma lipoenxertia e uma cirurgia a laser para tentar minimizar as cicatrizes.

Recomendado para você