Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou mais de 6,6 mil denúncias

HomeCARUARU E REGIÃO

Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou mais de 6,6 mil denúncias

O Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou em mais de dois meses 6,6 mil denúncias. A informação foi divulgada na manhã desta terça-f

Governo de Pernambuco suspende visitas presenciais às unidades da Funase
Prefeitura de Caruaru fará entrega de kits alimentares em quatro escolas municipais nesta terça (28)
Feira da Sulanca na próxima segunda (17) continuará com os protocolos de segurança

Foto: SEIC/ Divulgação

O Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou em mais de dois meses 6,6 mil denúncias. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira (26), pela Prefeitura de Caruaru, que é responsável pelas atividades do grupo que foi criado no início da pandemia do novo coronavírus no país. As fiscalizações são realizadas conjuntas entre a Secretaria de Ordem Pública, Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (DESTRA), Secretarias da Fazenda e de Serviços Públicos, PROCON, Ouvidoria, Vigilância Sanitária e Autarquia de Urbanização e Meio Ambiente de Caruaru, além de entidades parceiras como Polícia Militar, Bombeiro Militar e o Disque-Denúncia.

De acordo com os dados divulgados foram uma média de 110 diligências por dia desde o início das atividades do grupo. Durante o percurso, a equipe de fiscalização realiza outras abordagens e o direcionamento aos bairros é realizado pela análise do mapeamento do nível de isolamento social.

De acordo com a Prefeitura de Caruaru, diariamente, a equipe fiscaliza parques e praças, evitando, assim, a circulação e aglomeração de pessoas. Ações com carro de som, e baixa na iluminação e sinalização também fazem parte do planejamento de combate ao Coronavírus.

Nos casos de estabelecimentos que insistam em manter o funcionamento, o Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 aplica as sanções previstas na lei, variando de notificação preventiva, cassação do alvará, fechamento do estabelecimento, podendo chegar até a prisão – prevista pelos órgãos de polícia, que varia de detenção de um mês a um ano.

A população pode contribuir denunciando casas de shows e bares por meio do disque-denúncia, nos telefones: 3719–4545 (das 7h às 19h, de segunda a sábado), ou pelo WhatsApp 98256 – 4545/ 98170-2525. Outro contato disponível é o da Ouvidoria Municipal, no número 156 (das 7h às 13h, de segunda a sexta), ou no WhatsApp 98384-5936. A denúncia pode ser feita também pelo 190 da Polícia Militar.

 

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: