Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou mais de 6,6 mil denúncias

HomeCARUARU E REGIÃO

Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou mais de 6,6 mil denúncias

Foto: SEIC/ Divulgação

O Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 já registrou em mais de dois meses 6,6 mil denúncias. A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira (26), pela Prefeitura de Caruaru, que é responsável pelas atividades do grupo que foi criado no início da pandemia do novo coronavírus no país. As fiscalizações são realizadas conjuntas entre a Secretaria de Ordem Pública, Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (DESTRA), Secretarias da Fazenda e de Serviços Públicos, PROCON, Ouvidoria, Vigilância Sanitária e Autarquia de Urbanização e Meio Ambiente de Caruaru, além de entidades parceiras como Polícia Militar, Bombeiro Militar e o Disque-Denúncia.

De acordo com os dados divulgados foram uma média de 110 diligências por dia desde o início das atividades do grupo. Durante o percurso, a equipe de fiscalização realiza outras abordagens e o direcionamento aos bairros é realizado pela análise do mapeamento do nível de isolamento social.

De acordo com a Prefeitura de Caruaru, diariamente, a equipe fiscaliza parques e praças, evitando, assim, a circulação e aglomeração de pessoas. Ações com carro de som, e baixa na iluminação e sinalização também fazem parte do planejamento de combate ao Coronavírus.

Nos casos de estabelecimentos que insistam em manter o funcionamento, o Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19 aplica as sanções previstas na lei, variando de notificação preventiva, cassação do alvará, fechamento do estabelecimento, podendo chegar até a prisão – prevista pelos órgãos de polícia, que varia de detenção de um mês a um ano.

A população pode contribuir denunciando casas de shows e bares por meio do disque-denúncia, nos telefones: 3719–4545 (das 7h às 19h, de segunda a sábado), ou pelo WhatsApp 98256 – 4545/ 98170-2525. Outro contato disponível é o da Ouvidoria Municipal, no número 156 (das 7h às 13h, de segunda a sexta), ou no WhatsApp 98384-5936. A denúncia pode ser feita também pelo 190 da Polícia Militar.

 

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: