Em carta, academias de Caruaru pedem por retomada das atividades

A Câmara Setorial das Academias de Ginástica da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) emitiu, nesta quinta-feira (02), carta aberta ao Governo de Pernambuco, solicitando a antecipação da retomada do setor para a próxima etapa do Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19. Os empresários argumentam no documento que a prática de atividades físicas em academias, boxes de crossfit, estúdios de dança, entre outros, contribuem para a saúde da comunidade e colaboram para o fortalecimento do sistema imunológico.

Continua após a publicidade

Dois estudos na área de saúde foram anexados à carta. “Analisamos o estudo elaborado pelo doutor em Ciências da Saúde, Paulo Gentil, que atribui à prática de exercício físico a colaboração fundamental no tratamento auxiliar de doenças cardiovasculares, hipertensão, câncer e diabetes. Além disso, o Conselho Regional de Educação Física (CREF-12/PE) também elaborou um documento, que ressalta a importância da prática de atividades físicas, principalmente em um momento de isolamento social, que vislumbra a diminuição das aglomerações e a diminuição da propagação do coronavírus/Covid-19”, defende a coordenadora da Câmara Setorial das Academias de Ginástica, Débora Ribeiro.

Um manual de boas práticas, elaborado pela Câmara, também foi anexado ao documento. “A cartilha deve ser implementada pelas academias da nossa cidade, visando a maior proteção aos usuários e colaboradores nas instalações físicas. Algumas das medidas recomendadas são: um aluno a cada 4m², instrução sobre a manutenção das regras de higienização dos equipamentos, antes e após o uso, etiqueta respiratória, manutenção dos locais arejados e disponibilidade de materiais de higiene dentro dos protocolos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, explica Débora Ribeiro.

A carta ainda propõe que entidades de classe, Governo do Estado, Conselho Regional de Educação Física (CREF 12/PE) e Vigilância Sanitária possam pensar em ações conjuntas que colaborem com o funcionamento dos estabelecimentos e a conscientização de colaboradores e frequentadores das academias. Além disso, sugere a criação de estratégias de reabertura. A Câmara declara também que as empresas vêm se organizando para retomada, adequando espaços físicos e treinando suas equipes para atender os clientes, dentro do que estabelecem os órgãos sanitários.

Recomendado para você