Com baixa umidade do ar, Defesa Civil alerta riscos para a população em Caruaru

Foto: Janaína Pepeu/Divulgação.

A Defesa Civil de Caruaru alertou nesta quarta-feira (14) para os riscos causados pela baixa umidade do ar. De com o órgão, a umidade relativa do ar, nos últimos dias, chegou aos 12%. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é que a umidade relativa do ar para os seres humanos gire em torno de 50% a 80%.

A Defesa Civil aconselha a população a seguir as recomendações abaixo para evitar danos a saúde. Veja quais são as recomendações:

Continua após a publicidade

– Beber pelo menos seis copos d´água por dia;
– Pingar duas gotas de soro fisiológico em cada narina;
– Usar toalhas molhadas e bacias com águas nos quartos;
– Usar roupas leves e se possível de algodão;
– Evitar exercícios físicos entre 10h e 17h;
– Evitar espaços fechados e sem ventilação;
– Evitar queima de lixo e entulho.

E não foi só a Defesa Civil de Caruaru que emitiu o alerta. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) também emitiu uma nota técnica alertando a população do Agreste e Sertão pernambucanos para os riscos provocados pela baixa umidade relativa do ar.

Um dos riscos é a facilidade de incêndios devido a vegetação estar seca. E caso a população verifique qualquer foco de incêndio próximo a residência onde mora deve entrar em contato com o Corpo de Bombeiros, no telefone 193. Em caso de falta de ar, deve-se procurar atendimento médico nas unidades de saúde.

Recomendado para você