Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação é prorrogada

HomeCARUARU E REGIÃO

Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação é prorrogada

Na última terça-feira (6), o Ministério da Saúde (MS) enviou uma circular aos estados e municípios comunicando a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação.

Em Caruaru, as vacinas do calendário de vacinação estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Já a vacina contra a paralisia infantil está disponível, também, na Via Parque, no trecho do INSS.

As UBS da zona urbana funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Já na zona rural, de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. A Via Parque tem horário diferenciado. De segunda a sexta-feira, o atendimento é realizado das 8h às 16h e das 17h às 20h. Já aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

A Campanha de Poliomielite, que combate à paralisia infantil, é para as crianças maiores de um ano e menores de cinco anos. Já a campanha para as vacinas de rotina, que busca a atualização da caderneta vacinal, o público-alvo são as crianças e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias.

Para vacinar o grupo, os pais ou responsáveis devem se dirigir a um dos locais de vacinação com a caderneta vacinal, cartão SUS ou CPF da criança.

Até o momento, 10.943 foram vacinadas contra a poliomielite. Ao todo, o município busca vacinar 21.241. A cobertura vacinal é de
51,52%. A meta é vacinar, pelo menos, 95% desse público, que é o preconizado pelo Ministério da Saúde.

Vacinação nas escolas

Com objetivo de melhorar a cobertura vacinal do município, levando em consideração o risco do ressurgimento da paralisia infantil no país, a Secretária de Saúde de Caruaru, juntamente com o coordenação local do Programa Nacional de Imunização (PNI), está percorrendo as escolas do município, tanto da rede pública quanto privada, para ofertar a vacina contra a poliomielite. No caso da vacinação nas escolas, é importante que os pais ou responsáveis assinem o termo de consentimento para realização da vacina no ambiente escolar, que está sendo ofertado pela Secretaria de Saúde através da instituição de ensino, além da caderneta de vacinação e do CPF ou cartão SUS.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0